O projeto Milênio Bus surge como uma maneira de integrar a tecnologia de IoT (Internet of Things) no setor de mobilidade urbana nas cidades. O projeto apresenta um protótipo de hardware e um aplicativo de celular que integrados em um veículo de transporte público tem funcionalidades que facilitam o dia a dia dos usuários.
O projeto integra a tecnologia IoT no transporte público juntamente com um aplicativo,assim o objetivo é trabalhar com pagamentos digitais, informações ao passageiro e geração de dados com Big Data, onde será usado tecnologias computacionais para gerar os dados na nuvem.
O hardware possui alguns sensores, como sensores de presença, leitor de Qr Code,sensores de movimentos, entre outros, que permitem, por exemplo, informar futuros passageiros se o ônibus que ele está planejando pegar está ou não cheio. Além disso, o objetivo é substituir o sistema de uso do cartão de plástico para o uso no próprio celular do passageiro, de modo que ele possa efetuar o pagamento da passagem e o destravamento da catraca. Dessa maneira, o projeto Milênio Bus trabalha com a questão do carregamento e pagamento online, tudo isso utilizando um sistema de QR Code.
Com isso, evita-se questões como o fluxo de dinheiro físico dentro do veículo. Outro ponto dessa tecnologia está na base de dados geradas pelo sistema, o que permite que possa ser melhor planejadas políticas públicas sobre a questão da mobilidade e logística urbana nas cidades.
O projeto tem ligação com as maiores tendências tecnológicas da atualidade, como o uso de tecnologias da Microsoft, IBM, Twitter, entre outras, visto que o projeto por meio da “Big Data” é capaz de gerar dados para o melhor planejamento do sistema de transporte público, melhorando os problemas de transporte e logística urbana, que terá como função guardar esses dados na nuvem, como: deslocamento dos passageiros, volume de pessoas nos ônibus e transação financeira.
O projeto foi um dos projetos escolhidos para estar sendo incubado na Incubadora da empresa de Transportes Públicos do Estado de São Paulo EMTU, dessa maneira o projeto está em contato com uma das maiores empresas de transporte público de passageiros do Brasil, para que o projeto possa ser testado e futuramente implementado.
Demonstrando e viabilizando que os parceiros técnicos estão diretamente envolvidos e com grandes expectativas no desenvolvimento do projeto Milênio Bus.